#Mágico no Cinema: Toda Forma de Amor (Beginners)

Hey!

Hoje eu vou falar de cinema. Ano passado, durante uma daquelas noites em que você apenas senta em sua cama, encara o teto e não encontra nada pra fazer; a internet não tem graça e o livro não está tão interessante assim. Então você liga a TV e começa a explorar os canais: nada, nada, nada, nada e então para; o título do filme não chama atenção, mas a forma que o personagem narra te encanta de uma forma que quando você percebe, os créditos finais já estão subindo e o filme automaticamente entrou para a sua lista de favoritos. Estou falando do belíssima Beginners ou como foi traduzido aqui no Brasil, Toda Forma de Amor do diretor Mike Mills.

Imagem

Duração: 104 minutos

Ano: 2010

Diretor: Mike Mills

País: EUA

Imagem

O filme é dividido entre dois períodos da vida de Oliver (Ewan McGregor). O primeiro explora o relacionamento com o seu pai, Hal (Christopher Plummer) que aos 70 resolve se assumir gay após a morte da esposa; decidindo assim viver, pela primeira vez, do jeito que sempre sonhou e sem precisar esconder; ele vai arrumar um namorado, fazer novos amigos e se aventurar pelo mundo do qual se forçou a ficar alheio. Apesar do choque inicial, Oliver apoia bem a decisão do pai e em vários momentos do filme, temos acesso a curtos flashbacks da sua infância e de sua mãe. O problema é que dois anos depois de se assumir, Hal é diagnosticado com câncer. O segundo período, é algumas semanas depois que Hal morre. Oliver, ainda abalado pela morte de seu pai, acaba aceitando ir a uma festa de Halloween com os amigos e é lá que ele conhece Anna (Mélanie Laurent); uma atriz de vida cosmopolita que não aguenta ficar em um único lugar por muito tempo e os dois acabam se envolvendo.

Imagem

Esses dois períodos da vida de Oliver assim como os flashbacks se intercalam durante todo o filme, tornando-o bem dinâmico. Como disse na introdução, a forma que Oliver narra o filme é diferente, poética, delicada e apesar do tom dramático, há um humor sutil permeando pela história; como por exemplo, o cachorro, Arthur, em algumas momentos podemos ler legendas com os seus possíveis pensamentos.

Imagem

BR: Nós já estamos casados?

Depois de comprar o DVD e assistir os extras, descobri que o filme é baseado na história do próprio diretor. Os atores estão incríveis, o roteiro é quase impecável e as reflexões são inúmeras. O foco, não é o fato do pai ser gay ou o romance entre Anna e Oliver e sim sobre como devemos tentar ao máximo fazer as decisões certas e sermos fiéis a quem somos; antes de tudo, temos que procurar uma forma de sermos felizes e mesmo com as dificuldades, aprender a seguir em frente. A vida é curta para ficarmos presos a uma mentira, para evitarmos amar, sorrir.

Imagem

Não é um filme repleto de ação, mas é poesia pura. É uma reflexão feita de uma forma delicada e que eu super indico. Um dos meus filmes favoritos e que com certeza, vou assistir várias e várias vezes. Ah, aqui está o trailer: clique aqui!

Imagem

BR: Anna – Por que você está em uma festa se está triste?

Oliver – Eu estava escondendo tão bem. Como você descobriu?

Imagem

Por hoje é só pessoal!

Beijo do Mágico e Volte Sempre!

Imagem

Anúncios

Publicado por

Bruno M. Foster

Leitor assíduo. Pianista em formação. Aspirante a escritor. Compositor. Apaixonado pelas artes. Fã incondicional de Damien Rice, Amy Lee, Fiona Apple, Lana Del Rey, Gerard Way e Regina Spektor. Idolatra Edgar Allan Poe, George R. R. Martin, Stephen King, William Shakespeare, Arthur Rimbauld, J.K Rowling, Charles Dickens, Jonathan Safran Foer, Álvares de Azevedo, Clarice Lispector, Ernesto Sabato, George Orwell e etc... Comum. Um tanto tímido, mas tentando quebrar alguns muros. Está sempre procurando inspiração nos mais improváveis lugares, desde alguém interessante na rua à uma árvore que parece solitária em uma praça. Superando o negativismo. Aprendendo a não se concentrar no lado ruim do ser humano e passar a observar as coisas boas. Cinéfilo iniciante. Sonha em ser escritor, cantor e dividir os mundos existentes em sua cabeça com as pessoas. Usa o blog para tentar encontrar pessoas com os gostos parecidos ao dele.

2 comentários em “#Mágico no Cinema: Toda Forma de Amor (Beginners)”

Comente e deixe o Mágico feliz!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s