A Magia das Animações!

Hey!

Hoje eu decidi fazer um post diferente e falar sobre animações. Bem, eu tenho 19 anos e as animações continuam sendo uma paixão para mim e vejo-as como algo atemporal. Não sei dizer qual foi o primeiro filme de animação que eu vi (nesse post vou falar apenas de filmes animados e vou deixar os desenhos para a próxima!), mas me lembro daqueles que me marcaram desde quando eu colecionava VHS com seis anos de idade (pena que minha mãe se livrou de todos após a invenção do DVD #saudades #vintage). O que eu mais gosto nas animações é que – pelo menos na maior parte delas – são divertidas, gostosas de assistir e sempre trazem alguma mensagem, além de nos fazer sonhar. Então, vamos lá!

Imagem

Não sou o único que cresceu assistindo os filmes da Disney, isso eu tenho certeza!

A maior parte da minha coleção de VHS era formada por esses clássicos! O primeiro que eu lembro de ter assistido foi A Pequena Sereia, pois na pré-escola sempre tinha a hora do filme de tardezinha, antes dos pais virem buscar os filhos (eu estudava em período integral, entrava de manhã e só ia embora às 6h da tarde); fiquei encantado imediatamente pela história e eu e todas as outras crianças recriávamos a história na piscina de bolinhas… Ha ha ha… Era o melhor dos tempos. Entretanto, o primeiro filme a entrar pra minha coleção de VHS foi Branca de Neve e os Sete Anões, era até uma edição especial que vinha com um fantoche (tenho até hoje!). Depois desse vieram: Pinóquio (um dos meus favoritos até hoje), 101 Dálmatas (apesar de eu ter visto primeiro o live action e só depois a animação), Alice no País das Maravilhas (ótimo!), A Bela Adormecida, A Bela e a Fera, Cinderela (Cinderela, Cinderela, noite e dia Cinderela…), O Rei Leão (quem não chorou na cena da morte do Mufasa?), A Dama e o Vagabundo, Mulan (só amor por esse <3), Peter Pan, Hércules e os mais “recentes”, A Nova Onda do Imperador e Lilo & Stich…

Imagem

“Desonra! Desonra pra você, desonra pra sua vaca!”

Bem, a Disney conseguiu me conquistar desde cedo, suas histórias repletas de reviravoltas, ótimas mensagens, músicas excelentes e a magia, esse é o item mais importante sempre; um dos principais papéis da maioria das animações é te fazer sonhar, seja adulto ou criança! Agora, antes de eu comentar sobre as animações mais ‘recentes’, vou citar outras quatro animações que fizeram parte da minha infância na era do VHS…

Imagem

Pokémon – O Filme 2000, preciso primeira comentar a minha paixão por pokémon (uma pena ter me distanciado um pouco da história, mas pretendo voltar a assistir) quando criança. Tinha uma coleção enorme de miniaturas que meus pais compravam pra mim (custava 1 real na época *-*) e passava as tardes brincando no chão da antiga floricultura dos meus pais. E foi um filme que me fez chorar aos 7 anos de idade, tudo por causa da cena em que o Lugia cai no mar e a menina começa a tocar a flauta xD…

Imagem

Batman – A Máscara do Fantasma, foi o meu primeiro contato com o Homem-Morcego. Considero uma das melhores animações do Batman já feita, por causa de seu tom sombrio; a trama é muito bem elaborado e essa animação é a responsável por eu não conseguir assistir aquele seriado antigo Batman & Robin, porque acostumei a enxergar a história como algo sombrio e vê-lo todo colorido e bobinho daquele jeito me tira do sério 😛

Imagem

Shrek foi o primeiro filme que eu vi no cinema, lá em meados de 2001. Quem não morreu de rir com as sátiras feitas pelo filme? Apesar disso, o meu favorito continua sendo o Shrek 2 que fez eu me apaixonar ainda mais pelos personagens, mas não podia deixar de citá-lo aqui. A mensagem do filme que eu mais gosto é que: não importa a aparência, todos merecem um final feliz!

Imagem

Por último uma menção honrosa a querida e charmosa Betty Boop, que minha professora sempre colocava também para a gente assistir na pré-escola, até hoje tenho um carinho pela personagem.

E agora, vamos partir para as animações Disney/Pixar:

Imagem

Antes de tudo: eu sei que A Origem dos Guardiões pertence a Dreamworks xD

Meu primeiro contato com a Pixar foi através de Procurando Nemo (que é o meu favorito até hoje!). Sim, eu só fui assistir Toy Story anos mais tarde! Até hoje eu amo demais essas animações! Os Incríveis e a trilogia do Toy Story (que mesmo tendo assistido depois, considero uma trilogia muito bem feita e o último filme a coisa mais linda que eu já vi!) e os mais recentes: Up, Enrolados (<3), Detona Ralph, Valente, Wall-e, Ratatouille (sei que esses dois não estão na imagem, mas relevem!), Valente e o mais recente que me conquistou, Frozen. Bem, incluí A Origem dos Guardiões que é da Dreamworks erroneamente, perdoem-me, porém, adoro a animação!

Agora, há um diretor também capaz de criar animações incríveis, só que bem mais sombrias, estou falando de Tim Burton!

Imagem

Vincent é uma obra prima, pelo menos na minha opinião! É um curta em stop-motion que ilustra o poema escrito por Tim Burton e conta a história de um garotinho fã de histórias de horror que acredita ser Vincent Price. Simplesmente incrível e bem marcante para quem assiste.

Imagem

Impossível citar Burton sem falar do clássico O Estranho Mundo de Jack, figura na minha lista de filmes favoritos de todos os tempos, eu amo as músicas, o clima, a história, tudo! Apesar de não ter certeza se é uma história de Halloween sobre o natal ou uma história de natal sobre o halloween.

Imagem

Por último, outro que eu gosto muito: A Noiva Cadáver. O que eu mais gosto são as cores do filme e o modo como Burton deixa o mundo dos vivos em tons frios e o dos mortos em tons quentes e alegres, além de muita cantoria. As músicas são ótimas, personagens típicos do Burton e uma história incrível para todas as idades!

Citei aqui todas as animações que podem ser assistidas tanto por crianças como por adultos, agora vou citar duas que eu não indico tanto para as crianças por conter histórias mais complexas ou mais perturbadoras:

Imagem

Love at first sight, melhor forma de definir o que eu senti quando assisti Mary & Max pela primeira vez. O filme conta a história de Mary uma garota solitária que um dia arranca uma página da lista de endereços e acaba enviando uma carta aleatoriamente para Max, um senhor de 40 anos, obeso, solitário e com síndrome de asperger. A partir daí, um se torna parte essencial da vida do outro… É um filme lindo e um tanto melancólico. Obviamente, não foi feito para crianças!

Imagem

Por última um que eu vi recentemente e que tem um enredo um tanto… bizarro. A Pequena Loja de Suicídios é uma animação musical francesa e conta a história de uma família que lucra vendendo produtos para quem quer cometer suicídio (como: cordas para se enforcar, venenos, armas e etc…). É quase uma ordem que todos os membros da família precisam ser mal-humorados e deprimidos, porém, um dia, a mãe tem um outro filho e, para o susto de todos, esse nasce sorridente e contraria todo o histórico da família. Ao contrário dos outros, o menino acha errado que as pessoas se matem e acredita no lado bom das coisas. Um filme com uma ótima mensagem!

Bem, fiz esse post pra comentar sobre animações que eu gosto e dizer para aqueles que se recusam a assistir e consideram “coisa de criança” repensar e dar uma chance, pois as animações, assim como outros filmes, trazem ótimas histórias e bons enredos – mesmo os que são destinados ao público mais jovem.

Vou terminar esse post com uma pergunta: Qual a animação favorita de vocês?

Anúncios

Publicado por

Bruno M. Foster

Leitor assíduo. Pianista em formação. Aspirante a escritor. Compositor. Apaixonado pelas artes. Fã incondicional de Damien Rice, Amy Lee, Fiona Apple, Lana Del Rey, Gerard Way e Regina Spektor. Idolatra Edgar Allan Poe, George R. R. Martin, Stephen King, William Shakespeare, Arthur Rimbauld, J.K Rowling, Charles Dickens, Jonathan Safran Foer, Álvares de Azevedo, Clarice Lispector, Ernesto Sabato, George Orwell e etc... Comum. Um tanto tímido, mas tentando quebrar alguns muros. Está sempre procurando inspiração nos mais improváveis lugares, desde alguém interessante na rua à uma árvore que parece solitária em uma praça. Superando o negativismo. Aprendendo a não se concentrar no lado ruim do ser humano e passar a observar as coisas boas. Cinéfilo iniciante. Sonha em ser escritor, cantor e dividir os mundos existentes em sua cabeça com as pessoas. Usa o blog para tentar encontrar pessoas com os gostos parecidos ao dele.

2 comentários em “A Magia das Animações!”

Comente e deixe o Mágico feliz!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s