O Século XX definido em Filmes! [Parte 2]

Hey!

Depois de muito tempo, resolvi terminar a lista dos meus filmes favoritos do século XX. Bem, para quem não viu a primeira parte é só clicar aqui… Agora vou continuar exatamente de onde parei no post anterior. Hoje vou falar dos meus filmes favoritos dos anos 60 e 70. Vou deixar os anos 80 e 90 para um outro post, porque são muitos filmes. E como sempre, convido quem quiser a dividir comigo os seus filmes favoritos dessas épocas ^^

ANOS 60

PSICOSE (1960)

tumblr_inline_myyh08odoJ1rvco8pEsse é apenas (na minha opinião e de muitos) o melhor filme de suspense já criado. Para não explicar a história novamente, vou deixar o link da resenha do filme que eu fiz no ano passado: clique aqui! Ano passado também saiu a série Bates Motel cuja história se passa antes do ocorrido em Psicose – recomendo a série também! (essa também tem resenha, clique aqui!)

BONEQUINHA DE LUXO (1961)

tumblr_mzyzxjf6vU1rjcywbo1_500

Bonequinha de Luxo traz a linda da Audrey Hepburn interpretando a Holly Golightly, uma garota de programa de Nova York cujo maior sonho é se casar com um homem rico. O problema é quando Paul Varjak um escritor não tão bem sucedido sustentando pela namorada entra em sua vida. Aos poucos os dois vão se entrelaçando, porém Holly não tira da cabeça a ideia de casar-se com um homem rico e isso é um empecilho para que ambos se entreguem um ao outro.

O filme é uma comédia romântica deliciosa de assistir, com personagens muito bons e cenas lindas… Ah, a cena na chuva… É linda demais! (E a cena da Holly tentando aprender português para vir ao Brasil xD)

DR. FANTÁSTICO (1964)

tumblr_mfnsxftMXK1qh1g19o1_500

Bem, entre todos os filmes de Stanley Kubrick, Dr. Fantástico é com toda a absoluta certeza o meu favorito. O filme é uma sátira à Guerra Fria. Um general americano enlouquece e dá a ordem para que bombardeie a União Soviética, criando uma situação caótica entre os líderes das duas potências (a americana e a soviética) já que o único que sabe o código para impedir o ataque é o próprio general que enlouqueceu. O filme tem um roteiro afiado e corajoso (já que foi lançado enquanto a guerra fria ainda acontecia). E tem a atuação impecável de Peter Sellers que interpreta três personagens diferentes (ele incorpora tão bem a personalidade de cada um e a caracterização está tão boa, que eu só descobri que era o mesmo ator ao ler os créditos no final do filme).

A NOVIÇA REBELDE (1965)

tripping

Bem, um dos meus filmes preferidos quando criança era um com o Didi chamado O Noviço Rebelde (que tem a Sandy e o Júnior no elenco, e provavelmente você também assistiu quando passava com frequência na sessão da tarde). Anos mais tarde e após vários outras referências em inúmeras séries e filmes, descobri sobre o musica de 1965 que inspirou o filme com o Renato Aragão lá em meados dos anos 90. É clássico e é musical: há grandes chances de eu assistir. E foi isso que eu fiz esse ano – um tanto tardio, mas antes tarde do que nunca.

A Noviça Rebelde é um musical que conta a história da freira Maria que apesar do bom coração, não se encaixa muito bem no convento. Então, ela o deixa para trás e com a indicação da madre superiora, ela aceita o emprego para cuidar dos sete filhos do Capitão Von Trapp. As crianças são criadas de forma rígida, no estilo militar; mas a presença de Maria regada à cantoria e o amor que emana dela, muda a vida das crianças.

O que eu mais gosto (além das músicas lindas e da maravilhosa Julie Andrews) é que a primeira metade do filme, é uma história inocente sobre uma babá e as crianças, repleto de músicas bonitas e alegres; e na segunda metade, quando os nazistas estavam prestes à se instaurar na Áustria (país onde se passa a história) tudo adquiri um ar mais sombrio. E isso deixa a história ainda com mais profundidade de nuances. E fiquei surpreso ao descobrir que a história da família Von Trapp é real! Isso só torna o filme ainda mais incrível!!!

ROMEU E JULIETA (1968)

Romeo-and-Juliet-gif-romeo-and-juliet-1968-21172768-500-236

Romeu e Julieta não é a minha peça favorita do Shakespeare, porém sou apaixonado por essa adaptação. Estrelando Zac Efron… cof… cof… Digo: estrelando Leonard Whiting e Olivia Hussey. A história é clássica e todos conhecem, mas essa adaptação consegue captar toda a paixão entre os dois (coisas que eu não senti nem lendo a peça xD).

2001: UMA ODISSEIA NO ESPAÇO (1968)

tumblr_lwcwlhHEka1qas5xlo1_500

Stanley Kubrick aparece de novo na minha lista (e vai aparecer mais duas vezes). 2001: Uma Odisseia no Espaço é um filme de ficção científica icônico e reverenciado pelos fãs do gênero (inclusive há uma cena em Star Wars que aparece uma réplica da nave do filme, fazendo uma bela homenagem). Também não é um dos filmes mais fáceis do mundo, é repleto de detalhes e um pouco lento, então para aqueles que não estão acostumados com filmes assim vai ser uma experiência interessante. O filme começa com o chamado “aurora do homem” (a pré-história) quando um objeto estranho surge na terra, o chamado monolito, que parece emitir sinais de uma outra civilização interferindo no nosso planeta. Há um salto no tempo, indo para o futuro (o filme é de ’68 então 2001 representava um futuro distante) onde astronautas estão em uma expedição à Júpiter para examinar um estranho objeto que apareceu por lá. A nave é comandada por um computador de inteligência avançada chamado HAL 9000, só que no meio da viagem, ele entra em pane e começa a assumir o controle de tudo e tentando eliminar todos os tripulantes.

O filme além de trazer efeitos especiais MUITO avançados para a época, traz reflexões profundas sobre a natureza do homem, sua dependência pelas máquinas e sobre vidas em outros planetas. Nada é feito de forma muito direta, então cabe ao telespectador forçar a cachola para compreender tudo (eu precisei assistir mais de uma vez e ler alguns textos sobre xD)… Mas é incrível!!! Super recomendo.

ANOS 70

LARANJA MECÂNICA (1971)

600full

Como eu disse, os filmes do Stanley Kubrick iam aparecer mais vezes ainda na minha lista (já que ele é o meu diretor favorito). Laranja Mecânica é baseado no livro homônimo escrito por Anthony Burgess (cuja resenha você pode ler aqui!!). Bem o filme conta a história de Alex Delarge que é líder de uma gangue de baderneiros, cuja principal diversão é espancar e estuprar as pessoas; um dia, quando uma de suas invasões dá errado e uma mulher acaba morta, Alex é preso e submetido à um experimento que promete tornar a pessoa violenta em um bom cidadão averso à tudo que o atraía anteriormente, permitindo-o ser reinserido na sociedade.

Não vou falar muito, pois todas as reflexões que poderia fazer com o filme estão presentas na resenha! 😉

O PODEROSO CHEFÃO (1972)

picgifs-the-godfather-3551067

Ah, o Poderoso Chefão é aquele filme que é cultuado por muitos, cujo várias séries e outros filmes fazem referência atrás de referência e você nunca parou para assistir. Resolvi arriscar e comprei o box com a trilogia e agora posso dizer: não me arrependi do que vi. Com atores poderosos em uma história incrível, o filme nos traz a família Corleone, cujo o líder – Don Corleone – e os seus filhos, fazem parte da máfia. O primeiro filme da série é repleto de diálogos poderosos e cenas de ação eletrizantes, mas sem cair naquele clichê de filmes de ação, tudo tem substância e o roteiro é bem trabalhado. Recomendadíssimo! E ainda tem Marlon Brando e Al Pacino no elenco!

CABARÉ (1972)

tumblr_mpbl8kLsxR1qhdvf5o1_500

Esse filme é uma adição bem recente a lista, mas ficaria mal se o deixasse de lado (assim como fiquei por deixar Cidadão Kane de fora da parte 1 dessa lista). Cabaré conta a história da cantora de cabaré Sally Bowles que vive na Alemanha tentando construir a sua carreira de atriz, já que sonha com fama e fortuna. Um dia o seu caminho cruza com o de Brian Roberts. Sendo Brian bissexual, ambos se envolvem com o milionário Maximillian von Heune. Um dia, Sally descobre que está grávida e Brian diz que quer se casar com ela, porém, o destino reserva outra coisa para eles.

O que eu mais gostei nesse filme é que apesar da história principal ser sobre Sally e Brian, temos outras coisas sendo contadas. Como o relacionamento de Fritz – um gigolô – e Natalia, um moça rica e um tanto inocente. Além de mostrar a ascensão do nazismo na Alemanha e como algo que começou pequeno, tornou-se ameaçador. As cenas no cabaré são incríveis e as músicas mais ainda, Liza Minelli está incrível no papel, assim como os outros atores. E a forma que eles mostram o nazismo e as pessoas começando a ser influenciadas por ele, é fantástica.

O EXORCISTA (1973)

1rB4rAE

A primeira vez que assisti a O Exorcista eu tinha treze anos e estava começando a me interessar por filmes de terror. Naquela época eu morria de medo, então terror era uma gênero que me atraia e me afastava ao mesmo tempo. Quando entrei em contato com a história da jovem Reagan que é possuída por um demônio, fiquei apavorado. E para uma criança que passava as tardes sozinho em casa até os pais chegarem do serviço, não era uma experiência legal. Tinha medo de sair do quarto ou andar no escuro (KKKKKKKK). Bem, hoje eu já não sinto medo, porém O Exorcista se mantém como um dos melhores filmes de terror já feitos e a atriz que interpretou a Reagan ainda me impressiona por ter conseguido assumir uma personagem tão difícil sendo tão jovem.

THE ROCKY HORROR PICTURE SHOW (1975)

0KEaybD

O musical mais maluco já criado. The Rocky Horror Picture Show quando foi lançado lá em meados dos anos 70, não fez sucesso – na verdade, foi um fracasso. Porém, alguns anos depois, foi redescoberto e se tornou um grande clássico cult. Duas referências bem conhecidas feitas ao musical foi na série Glee e no livro As Vantagens de Ser Invisível. Eu conheci o filme através da série Glee que na época desse episódio temático era uma das minhas séries prediletas. Mesmo assim, demorou alguns anos até que eu me aventurasse a assistir o filme em si. Comecei a gostar de filmes antigos aos poucos. Quando assisti, acabei me surpreendendo. A história é maluca, assim como os figurinos extravagantes. A história é a seguinte: Janet e Brad logo após se casarem, estão fazendo uma viagem quando o carro quebra no meio da estrada; procurando um lugar onde pudessem pedir ajuda, acabam se deparando com uma grande mansão repleta de personagens peculiares liderados pelo cientista travesti bissexual Dr. Frank-N-Furter que acabou de criar o homem perfeito. E depois disso são vários eventos estranhos, músicas contagiantes e uma história que apesar de nonsense conquista quem assiste.

UM ESTRANHO NO NINHO (1975)

tumblr_mxlwf9OkyC1sn3jgoo1_500

Um dos filmes da minha vida! McMurphy é um prisioneiro que finge ter enlouquecido para ser mandado à uma instituição para doentes mentais ao invés de trabalhar. Ao ver como os outros pacientes são tratados, ele os estimula a se voltarem contra as rígidas regras da enfermeira-chefe Ratched. Bem, o filme inicia engraçado e vai se tornando cada vez mais denso ao mergulharmos dentro dessa instituição onde cada paciente tem sua história e o porquê de ter sido mandado para esse lugar. As atuações são incríveis e Jack Nicholson mereceu o Oscar de melhor ator que ganhou! É engraçado e emocionante na medida certa, sem apelar.

CARRIE, A ESTRANHA (1976)

Carrie3

Apesar de todos os inúmeros remakes, a versão de Carrie estrelando Sissy Spacek é a minha favorita. A história é bem conhecida: uma garota do colegial, maltratada pelos colegas e pela mãe que é uma fanática religiosa, descobre ter dons telecinéticos. Essa combinação termina muito mal quando alguns colegas de escola decidem pregar uma peça nela durante o baile. Não é o meu livro do King favorito, mas o filme sim!

STAR WARS – EPISÓDIO 1: UMA NOVA ESPERANÇA (1977)

tumblr_mszfr1vpWT1qflgwpo4_500

Eu ia comentar sobre toda a trilogia, mas como Star Wars começou nos anos ’70 e terminou nos anos ’80, vou falar apenas sobre o primeiro filme (mas indico toda a trilogia: O Império Contra Ataca e O Retorno do Jedi). Luke Skywalker é um jovem que se vê envolvido em uma guerra intergalática após seu tio comprar dois robôs e um deles vir com um pedido de socorro da princesa Leia. Então, ele se une à Obi-Wan Kenobi e Han Solo – um mercenário – para resgatá-la. A primeira coisa que me impressionou no filme foram os efeitos especiais super avançados para à época. É um filme envolvente, com boa dose de ação e humor. Além da criatividade absurda de George Lucas. Gostando ou não, o filme faz parte da história do cinema. É um marco! Super indicado!

O DESPERTAR DOS MORTOS (1978)

tumblr_m125mbCgrk1qf5daxo1_500

Muito sangue, cabeças rolando e um ritmo frenético. Não sou muito fã de filmes com zumbis, mas por algum motivo gostei muito desse… Vai entender! (KKKKKKKKK). Bem, o apocalipse zumbi começa e um grupo se tranca em um shopping, mas se tratando de zumbis, eles sempre vão dar um jeito de entrar. Não é genial, porém nos deixa envolvidos e querendo saber o que vai acontecer com os personagens (além de ser um tipo de realização de um sonho que eu sempre tive: ficar trancado dentro de um shopping com todas as lojas abertas xD)


Espero que vocês tenham gostado! Logo mais eu volto com a parte 3 e os filmes dos anos 80 e 90 que eu mais gosto. Compartilhem os seus gostos comigo, eu vou gostar!

Um beijo do mágico e voltem sempre!

daniel-radcliffe-laughing

#Mágico na TV: Penny Dreadful

Hey!

Faz algum tempo desde que eu falei de séries aqui no blog (mas já estou com uma listinha para postar por aqui logo logo). Hoje vou falar de uma série que me conquistou desde que saiu o primeiro trailer. Eu sou apaixonado pela Londres Vitoriana e toda a literatura que surgiu nessa época – tudo me fascina! Então, ao conhecer uma série que se passaria nessa época e traria inúmeros personagens de obras clássicas desse período; apaixonei-me perdidamente. Hoje vou falar da INCRÍVEL: Penny Dreadful.

Penny-Dreadful-cast-photo-HQ-penny-dreadful-36910119-3600-2446

Na obscura Londres Vitoriana, Ethan Chandler (um artista circense e pistoleiro de índole duvidosa) recebe uma oferta da misteriosa Vanessa Ives para um trabalho perigoso do qual ele não deve fazer perguntas. Ao seguir para o local, ele conhece Sir Malcolm Murray um explorador que quer recuperar sua filha que foi sequestrada por uma entidade sobrenatural. Entretanto, a história não para por aí. Há vários outros arcos e histórias que se interligam com personagens literários bem conhecidos como o Dr. Victor Frankenstein e Dorian Gray e menções à figuras da época como o Jack, O Estripador. Cada personagem tem os seus mistérios e alguns já vão sendo revelados ao longo da temporada.

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo3_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo1_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo7_r1_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo4_r1_500

A série estreou esse ano e a primeira temporada tem apenas 8 episódios. Mas são 8 episódios incríveis com uma trama muito bem construída; é óbvio que por ser apenas a primeira temporada algumas tramas ficaram em aberto e há inúmeros outros mistérios; porém, se os roteiristas continuarem afiados assim, a série tende apenas a crescer. Falando em roteiristas, Penny Dreadful é um daqueles raros casos onde tudo é construído de forma minuciosa, você percebe que eles tiveram cuidado com cada palavra presente na fala dos personagens – não faltam diálogos de tirar o fôlego nessa série!

penny-dreadful

E não podemos deixar de comentar sobre o elenco. Geralmente em algumas séries, conseguimos identificar o elo fraco (aquele ator que não é tão bom assim), porém no caso de PD todos os atores são incríveis e estão em harmonia (ressalva para a Eva Green que é uma mulher de outro mundo, os elogios não são feitos à toa).

Dorian-Gray-penny-dreadful-36898706-500-245

Trilha sonora incrível? CHECK

Figurinos maravilhosos? CHECK

Roteiro impecável? CHECK

Atores formidáveis? CHECK

Toda a essência do século XIX e suas nuances em uma história de terror e suspense muito bem construída. Tem como achar ruim?

tumblr_n9apscuEPp1rv5indo1_500

Por hoje é só pessoal!

Um beijo do mágico e volte sempre!

😉

tumblr_nb90zsLp9O1tkfzjpo1_250

“If a body meet a body comin thro’ the rye…”

Hey!

Mais uma vez peço desculpas pelo sumiço repentino. Hoje eu vou falar de um grande clássico da literatura americana (inclusive leitura obrigatória nas escolas por lá). Já mencionei em um outro post que pretendia ler mais clássicos esse ano e então, resolvi incluir de última hora mais um livro na minha lista (a promoção estava irresistível). Assim, hoje vou falar do livro O Apanhador no Campo de Centeio de J. D. Salinger.

O título do post é um trecho da canção infantil “Comin’ Thro’ The Rye” (só clicar para ouvi-la na voz da linda Ava Gardner) que inspirou o título do livro.

IMG_20140827_163139

O livro acompanha a história de Holden Caulfield um garoto de dezessete anos que acabou de ser expulso de mais um colégio. Decidido a não esperar até os seus pais receberem as notícias e irem buscá-lo; Holden faz as malas e decide passar o fim de semana sozinho, até a poeira abaixar – pois sabe que seus pais ficarão furiosos e decepcionados.

Bem, Holden é um garoto revoltado com o mundo e a primeira impressão que temos é que se trata apenas de um moleque que só sabe reclamar da vida – por isso é necessário uma leitura cuidadosa. O que temos na verdade é um garoto que provavelmente está entrando em depressão e está tendo um colapso nervoso.

holden-1

Bem como qualquer pessoa depressiva, ele tem a tendência a afastar os outros (e isso acontece com nós leitores também). Entretanto, fica claro em várias atitudes dele ao logo da história, que ele quer companhia – ele não quer ficar sozinho. Isso se mostra em vários convites que ele faz à pessoas aleatórias no bar, ao taxista, a prostituta ou ao ligar tarde da noite para alguns colegas de escola. A medida que vão recusando, Holden vai ficando mais irritado e deprimido. Ele expressa uma enorme decepção com o mundo a sua volta, a única coisa boa que ele enxerga nisso tudo são as crianças e a pureza que elas representam; notamos esse apego com os pequenos pela forma que ele fala sobre a irmã.

Então, à medida que caminhamos ao lado dele pela cidade de Nova York em meio as prostitutas e os cafetões, os bares repletos de pessoas embriagadas e um ou outro conhecido que cruza o seu caminho, vamos tendo mais detalhes sobre a vida dele e coisas que podem ser a raiz de todo o problema.

4990594761_7534c55df9_z

[SPOILER]

Como o fato de seu irmão ter morrido durante a infância dele ou quando presenciou um colega de escola se jogar da janela. E há aqueles que defendem que Holden pode ter sido abusado na infância, devido a reação dele quando o seu antigo professor faz uma carícia em sua cabeça (eu tenho minhas suspeitas quanto a isso, mas não tenho certeza). Há também a metáfora do Apanhador no Campo de Centeio, que Holden interpreta da seguinte forma: ele enxerga um campo de centeio repleto de crianças brincando e ao lado, um abismo; ele seria o apanhador porque ficaria perto do abismo, impedindo que as crianças caíssem. Bem, é óbvio que seria o modo dele de impedir a morte do irmãozinho, não é? Livro lindo!

[/SPOILER]

catcher-in-the-rye-painting

O livro traz uma história incrível e repleta de metáforas, escrita de uma forma bem jovial – já que é narrada por um adolescente. É lindo e a última cena me deixou com os olhos marejados. Então, é um livro que eu recomendo muuuito para todos!

Se já leu ou pretende ler, compartilhe sua opinião aí nos comentários!

Um beijo do mágico e volte sempre!

catcher_in_the_rye_by_ganando_enemigos-d4agbzc