Homens, Mulheres & Filhos

Hey!

Sabe aqueles livros que você compra de forma aleatória sem realmente saber o assunto? Eu faço isso algumas vezes apenas pelo desejo de ser surpreendido por algo novo (é uma faca de dois gumes, pois pode ser algo bom ou algo ruim). Recentemente eu fiz isso e acabei sendo surpreendido! Hoje vou falar do livro Homens, Mulheres & Filhos de Chad Kultgen!

10853123_761387347287677_1204126871_n

O livro acompanha a vida de alguns adolescentes e seus pais na nossa problemática era moderna. Temos pessoas viciadas em pornografia na internet (Don por causa de seu casamento em ruínas e o seu filho Chris, mas no caso do filho ele é viciado em um tipo particular de pornografia envolvendo várias bizarrices). Temos Tim, um garoto que tinha tudo para se tornar um grande jogador de futebol americano em sua escola, mas após a separação dos pais se tornou deprimido e encontrou refúgio no jogo online World Of Warcraft. Temos Patrícia, uma mãe paranoica que vigia cada passo da sua filha – Brandy – tanto online quanto na vida real (exigindo todas as suas senhas, fazendo vistorias surpresas no computador e até um gps no celular da menina para saber onde ela está). Além disso temos o própria dependência tecnológica da nossa geração e outros assuntos como anorexia, descoberta do sexo, adultério e etc.

thumbnail_384

Por causa dos inúmeros temas e vários personagens, o livro é bem dinâmico e a leitura é muito fluida. Gosto como o livro explora o fato do quão pouco conhecemos as pessoas com as quais convivemos; há muito mais além do que vemos e o autor não tem medo de explorar os pensamentos dos personagens, mesmo os mais sórdidos. Gosto do fato de você poder conhecer cada um deles por inteiro – lado bom e lado ruim.

Talvez algumas pessoas se sintam incomodadas com as cenas de sexo (que são várias) que são descritas de forma quase pornográfica. Creio que foi a forma do autor deixar tudo ainda mais cru. Não há firulas ou romantização na história. Adorei a forma como a juventude foi retratada com todas as suas nuances e ao usar jovens de 13 anos, só mostra o quanto a geração atual está cada vez mais precoce e isso é extremamente prejudicial.

men-women-and-children-movie

Gostei do modo como o autor explorou a anorexia através da personagem Alisson (uma garota insegura que após ser caçoada por um rapaz por quem era apaixonada, começou a se esforçar cada vez mais para emagrecer; até cair em um buraco fundo demais para retornar). Também gostei de como mostraram pais projetando seus sonhos através dos filhos e até fazendo coisas questionáveis para vê-los alcançar o que desejam (isso é através de Joan e sua filha Hannah; a mãe cria um site pessoal para a filha de 13 anos recheado de fotos sugestivas, ganhando assim assinantes um tanto estranhos — tudo isso para realizar o desejo da menina de ser famosa, porém, isso traz consequências negativas).

MEN, WOMEN & CHILDREN

Quanto à adaptação cinematográfica, eu não posso comentar nada já que ainda não pude assisti-la (mas só pelas fotos já da pra perceber que os personagens mais jovens tiveram suas idades alteradas, o que de certa forma tira um pouco do que o livro quer passar).

Enfim, fica aí uma dica de leitura pra quem quiser conhecer um autor novo e uma história interessante. E se você já leu ou quer ler: comente!

Por hoje é só, pessoal!

Um beijo do Mágico e Voltem Sempre!

:*

tumblr_n2dp3lJOru1tpizeeo1_500

Anúncios

Publicado por

Bruno M. Foster

Leitor assíduo. Pianista em formação. Aspirante a escritor. Compositor. Apaixonado pelas artes. Fã incondicional de Damien Rice, Amy Lee, Fiona Apple, Lana Del Rey, Gerard Way e Regina Spektor. Idolatra Edgar Allan Poe, George R. R. Martin, Stephen King, William Shakespeare, Arthur Rimbauld, J.K Rowling, Charles Dickens, Jonathan Safran Foer, Álvares de Azevedo, Clarice Lispector, Ernesto Sabato, George Orwell e etc... Comum. Um tanto tímido, mas tentando quebrar alguns muros. Está sempre procurando inspiração nos mais improváveis lugares, desde alguém interessante na rua à uma árvore que parece solitária em uma praça. Superando o negativismo. Aprendendo a não se concentrar no lado ruim do ser humano e passar a observar as coisas boas. Cinéfilo iniciante. Sonha em ser escritor, cantor e dividir os mundos existentes em sua cabeça com as pessoas. Usa o blog para tentar encontrar pessoas com os gostos parecidos ao dele.

Comente e deixe o Mágico feliz!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s