Os álbuns mais escutados em 2014!

Hey!

Aqui estou eu novamente!

Resolvi fazer um balanceamento usando a minha conta na LastFM para ver quais foram os álbuns que mais escutei nesse ano de 2014 (que absurdamente já está no fim). E hoje vou compartilhar com vocês o que eu mais escutei durante o ano.

anigif_enhanced-buzz-3348-1401370181-14




Melanie Martinez – Dollhouse EP

360171403271578

Conheci a Melanie graças ao meu amigo Geraldo que me indicou e foi amor a primeira vista. Para vocês terem uma ideia, ouço pelo menos 1 música desse EP todos os dias e claro, estou super ansioso para o lançamento do primeiro álbum dela no ano que vem, intitulado “Baby Cry“. Para quem quiser indico as quatro músicas presentes no EP: Dollhouse, Carousel, Dead to Me e Bittersweet Tragedy.

Lana Del Rey – Ultraviolence

103426w550

Para mim, foi o álbum mais esperado desse ano de 2014 e não me decepcionei. Lana trouxe algo bem diferente do seu primeiro álbum Born to Die. Confesso que amo os dois e não consigo escolher. Enfim, Ultraviolence teve o título tirado do livro Laranja Mecânica (confira a resenha do livro, aqui!). Para quem quiser escutar indico: Brooklyn Baby, Ultraviolence, West Coast, Money Power Glory e Sad Girl.

Evanescence – The Open Door

Evanescence-The_Open_Door-Frontal

Na verdade, esse é, basicamente, o álbum que mais escutei durante toda a minha vida desde que conheci o Evanescence em 2006. É a minha banda favorita. Esse é o meu álbum favorito.E Bem, minhas canções favoritas são: Cloud Nine, Lose Control, Your Star, Snow White Queen, The Only One e Lacrymosa.

The Doors – Strange Days

Strange_Days-Frontal

Não sou o maior conhecedor do The Doors, mas sou apaixonado por esse álbum. Ele é incrível, das letras ao instrumental à voz do incrível Jim Morrison. Indico: Strange Days, You’re Lost Little Girl, People Are Strange e Moonlight Drive.

Phildel – The Disappearance Of The Girl

71RgzVLwkeL._SL1416_

Essa foi uma indicação do meu amigo João e foi amor à primeira vista. Phildel tem um álbum único e me transporta pra outro mundo. Ah, com exceção do EP da Melanie, todos os outros estão disponíveis no spotify! Então, para quem quiser conhecer a magnífica Phildel, indico: Holes In Your Coffin, Storm Song, Beside You, Mistakes e Moonsea.

Amanda Jenssen – Happyland

Amanda_Jenssen-Happyland-Frontal

Conheci a Amanda por causa do trailer de American Horror Story: Freak Show e me apaixonei. Seu som traz o melhor do jazz com uma mistura daquele rock dos anos 60. Voz maravilhosa, músicas incríveis e um álbum impecável (também indico o álbum Hymns For The Haunted). Indico: Happyland, Charlie, Save Me For A Day, Common Henry e Boderline.

Banda do Mar – Banda do Mar

bandadomarcapadodisco

Graças a Banda do Mar (e a minha amiga Andressa que me indicou, claro) esse ano eu me aproximei e me rendi à música brasileira. A parceria de Mallu Magalhães e Marcelo Camelo gerou um dos álbuns mais gostosos de se ouvir de 2014. Indico: Mais Ninguém, Hey Nana, Me Sinto Ótima, Dia Clarear, Mia e Cidade Nova.

Criolo – Nó na Orelha

Print

E foi por acaso que descobri um grande poeta na música brasileira atual. Confesso que olhei com um pouco de preconceito pelo fato dele ser classificado como rap, mas há muito mais do que isso no álbum de Criolo. É uma mistura de estilos que criam um álbum incrível! Indico: Não Existe Amor em SP, Bogotá, Subirusdoistiozin, Grajauex e Linha de Frente.

Lorde – Pure Heroine

Lorde_Pure_Heroine

Eu terminei o ano de 2013 ouvindo Pure Heroine loucamente e durante 2014 foi o álbum que eu mais escutei. Lorde me conquistou de jeito! Indico: Buzzcut Season, Ribs, Team, Glory and Gore, 400 Lux e A World Alone.

Haim – Days Are Gone

haim-days-are-gone

Descobri excelentes artistas nesse ano de 2014 e as irmãs Haim estão entre eles. Days Are Gone é um álbum incrível que mistura a música pop atual com influências dos anos 80. Indico: My Song 5, If I Could Change Your Mind, The Wire, Falling, Honey & I e Forever.

Florence and the Machine – Lungs

 Florence & The Machine - Lungs (Official Album Cover) Thanx to Raul

 Durante dois meses eu escutei esse álbum todo dia no caminho de volta pra casa. É o meu favorito da Florence! Indico: Cosmic Love, Dog Days Are Over, Rabbit Heart, I’m Not Calling You A Liar, My Boy Builds Coffin e Hurricane Drunk.

Carice Van Houten – See You On The Ice

see-you-on-the-ice-5085ab158f135

See You On The Ice foi também um dos álbuns que mais escutei em 2013 e isso se repetiu em 2014. Álbum incrível! Indico: Something Funny, Siren Or The Sea, Particle Of Light, You.Me.Bed.Now, Time, Emily Broken Shells.

Frank Sinatra – Best Of The Best

frank_sinatra-best_of_the_best-Frontal

Eu adoro o Sinatra e durante esse ano ouvi a coletânea Best Of The Best que reúne todas as minhas favoritas! Indico: Mack The Knife, Fly Me To The Moon, In The Wee  Small Hours Of The Morning, Mood Indigo e The Lady is a Tramp.

 Gerard Way – Hesitant Alien

81NC2qNKKCL._SL1500_

My Chemical Romance sempre esteve entre as minhas bandas favoritas (e na época do colegial eu queria ser o Gerard Way… imitei roupas e cabelos hahahaha… E bem, talvez eu ainda queira ser ele um pouco xD). Como todos os fãs do MCR, fiquei muito triste quando a banda acabou. Entretanto, o Gerard acabou surpreendendo com um álbum solo (o guitarrista da banda, Frank Iero, também lançou um trabalho solo!). E apesar do começo relutante, eu acabei adorando o álbum! Indico: The Bureau, No Shows, Action Cat, Brother e Get The Gang Together.

Lady Gaga – ArtPop

81LFx7SM8AL._SL1400_

Esse foi uma surpresa até para mim. Confesso que não sou o maior fã da Gaga, mas algo nesse álbum me chamou a atenção! xD… Indico: Venus, Aura, Artpop, Sexxx Dreams, Do What U Want e G.U.Y.

Damien Rice = O, 9 e My Favourite Faded Fantasy

damien-rice

Nesse caso, todos os álbuns do Damien estão na minha lista. Ele é simplesmente o meu favorito e esse ano de 2014 teve álbum novo dele – e eu já ouvi várias vezes também! Enfim… Vou indicar por álbum…

O: Volcano, Amie, Eskimo, Delicate, Cannonball, Older Chests e I Remember.

9: Rootless Tree, 9 Crimes, The Animals Were Gone, Elephant e Coconut Skins.

My Favourite Faded Fantasy: I Don’t Want To Change You, The Greatest Bastard, Colour Me In, My Favorite Faded Fantasy e It Takes A Lot To Know A Man.

Bridgit Mendler – Hello, My Name Is…

51hm4oU3a2L

É pop adolescente? Sim. Eu me importo? Não. Hahahaha. O álbum é delicioso de escutar e me peguei ouvindo várias vezes durante esse ano. Indico: Forgot To Laugh, City Lights, Love Will Tell Us Where To Go, Top Of The World e Hurricane.

Hozier – Hozier

81HNJKyPWHL._SL1500_

Hozier é simplesmente incrível. Desde sua voz, até o instrumental às letras. Descoberta de 2014 que pretendo acompanhar! Indico: Angel Of Small Death & The Codeine Scene, Take Me To Church, To Be Alone, From Eden e Work Song.

Mallu Magalhães – Pitanga

28-mallu-pitanga

Ah, Mallu! No começo não curtia, mas quando passei a escutar… me apaixonei! (mais uma indicação da minha amiga Andressa xD). Indico: Velha e Louca, Sambinha Bom, Youhuhu, Highly Sensitive, Cena e Cais.

Fiona Apple – Tidal

418e0KhwcxL

De todos os álbuns da Fiona, Tidal é e sempre será o meu favorito! Indico: Criminal, Shadowboxer, The First Taste, Sleep To Dream, Never Is A Promise, Sullen Girl e Shelter.

Melanie Laurent – En T’attendant

1304450493_500cover

Sim, é a Shoshana de Bastardos Inglórios. Além de uma excelente atriz, possui um dos álbuns que entrou na minha lista de favoritos rapidamente (o álbum ainda possui duas parcerias com o Damien Rice *-*). Indico: Everything You’re Not Supposed To Be, En T’attendant, Uncomfortable, Insomnie e Pardon.

Le Chansons D’amour (Trilha Sonora)

ZIK2376906.1336695296.580x580

Pode não ter sido o MELHOR filme que eu assisti em 2014 (eu gostei bastante, só não foi o melhor!), porém, teve a trilha sonora que eu mais escutei! Indico: As-tu Déjà Aimé, Je N’aime Que Toi, Ma Mémoire Sale, Pourqua Viens-tu Si Tard, La Distance e J’ai Cru Entendre.




 

Bem, há vários outros artistas que escutei, porém, não os álbuns completos. E você: quais os álbuns mais ouvidos durante esse ano de 2014? Compartilhe comigo!

Por hoje é só, pessoal!

Um Beijo do Mágico e Voltem Sempre!

856219433

Anúncios

O Século XX definido em Filmes! [Parte 3]

Hey!

Continuando a minha saga de filmes do século XX, hoje vou falar sobre os filmes dos anos 80 que eu mais gosto! (Esse post seria o último, mas eu tenho MUITOS filmes dos anos 90 para indicar, então resolvi deixar para publicá-lo separado). Esse mês também pretendo fazer mais posts para animar um pouco o blog, então logo vem novidades por aí. Ah, e não esqueçam de conferir a parte 1 e parte 2 do post!

ANOS 80

 O ILUMINADO (1980)

tumblr_mhxc88UaBY1rb528ko1_r1_500

Baseado no livro homônimo de Stephen King e dirigido por Stanley Kubrick, o filme conta a história de Jack um ex-alcoólatra que consegue um emprego como zelador de um grande hotel na temporada de inverno. Por causa da grande nevasca típica da época, ele ficará isolado com a família e isso causará consequências, tanto pelo passado do hotel quanto pelo próprio passado de Jack. Apesar de preferir o livro, o filme não deixa a desejar e é dirigido pelo grande Kubrick! (mais um filme dele por aqui). Ah e também tem o incrível Jack Nicholson.

 VINCENT (1982)

tumblr_n22il7Cpfg1rngzl9o1_500

O primeiro trabalho de animação de Tim Burton. O curta baseado em um de seus poemas e narrado por Vincent Price conta a história do pequeno Vincent Malloy de sete anos, um garotinho desajustado (como a maioria dos personagens de Burton) que vive em seu mundo de fantasias (fantasias assombrosas). O curta pode ser assistido aqui. Esse curta foi o responsável pela minha época de total fascinação por Tim Burton, continuo admirando-o muito, mas os últimos filmes dele (dos quais eu não gostei nem um pouco) diminuíram a paixão.

E.T – O EXTRATERRESTRE (1982)

9-whatever-happened-to-elliott-from-e-t

A primeira vez que eu chorei com um filme foi assistindo E.T aos 7 anos (logo depois assisti o A.I – Inteligência Artificial e chorei muito também… sou chorão desde criança!). O filme conta a história da amizade de um menino com um E.T que apareceu no jardim de sua casa. O filme é lindo. Emocionante. Incrível. E merece ser assistido!

POLTERGEIST – O FENÔMENO (1982)

poltergeist

Um dos filmes que me assustou quando criança (eu e os meus dois primos sempre nos reuníamos para ver filmes como O Brinquedo Assassino, Poltergeist e etc). O filme conta a história de uma família assombrada por um poltergeist e as coisas pioram no dia que a filha mais nova desaparece dentro da própria casa. É um clássico. Hoje em dia pode nem dar tanto medo, mas ainda é um ótimo filme.

A HISTÓRIA SEM FIM (1984)

giphy

Apesar de não ter feito parte da minha infância (já que eu nasci nos anos 90), sei que esse filme fez parte da infância de muita gente. Só pude assistir recentemente, mas não poderia deixá-lo de fora da lista. O filme conta a história de um menino que encontra um livro em uma velha biblioteca chamado A História Sem Fim, e ao ler, ele percebe que a história vai acontecendo em tempo real enquanto ele lê. O filme intercala momentos com o menino e momentos no mundo dentro do livro. Repleto de criaturas e lugares incríveis. Sério, a criatividade que tiveram para criar os personagens é admirável!

A HORA DO PESADELO (1984)

tumblr_n7bou9RKV21sy4o4xo1_500

Freddy Krueger é um dos meus vilões favoritos, acho ele mais legal do que o Jason (aliás, detesto a franquia Sexta Feira 13 XD). A Hora do Pesadelo conta a história de cinco adolescentes assombrados em seus sonhos por Freddy Krueger. A história combina terror e humor negro e é um dos meus favoritos!

A HORA DA ESTRELA (1985)

AE08

Baseado no meu livro favorito da Clarice Lispector, A Hora da Estrela conta a história de Macabéa; uma nordestina que tenta ganhar a vida no Rio de Janeiro. Uma mulher extremamente ingênua e que acaba sofrendo por isso. O filme é triste, mas maravilhoso!

CLUBE DOS CINCO (1985)

giphy3

Um dos meus filmes da vida (junto com outro que vai aparecer em seguida). A comédia conta a história de cinco estudantes que pegaram detenção e são obrigados a passar o sábado inteiro de castigo; cada um é muito diferente do outro e cada um dos alunos segue um dos estereótipos típicos de escola, porém, a medida que eles vão se conhecendo, essas imagens preconcebidas vão sendo quebradas. É um filme leve e delicioso!

CURTINDO A VIDA ADOIDADO (1986)

tumblr_mru9wirGKM1s5hc4qo1_500

Esse é o outro filme do qual eu estava falando. Do mesmo diretor de O Clube dos Cinco, Curtindo a Vida Adoidado conta a história de Ferris Bueller, um garoto do ensino médio que resolve se fingir de doente para faltar a aula em um dia que ele considera perfeito demais para desperdiçar em uma sala de aula. Então, com os seu amigo e sua namorada, ele resolve ter uma aventura pela cidade. É uma comédia deliciosa e um daqueles filmes que é bom assistir quando estiver meio desanimado, porque sempre nos deixa alegres!

ELVIRA, A RAINHA DAS TREVAS (1988)

tumblr_lad7wsQSML1qzr8nao1_500

É, eu sei; parece uma lista de filmes nostálgicos e de certa forma é, já que os filmes dos anos 80 que mais me marcaram foram aqueles que passavam na sessão da tarde. Elvira era o meu filme favorito quando criança junto com A Convenção das Bruxas. O filme conta a história de Elvira uma apresentadora de um programa com pouquíssima audiência onde fala de filmes de terror trash; um dia ela descobre que uma tia distante deixou toda a sua herança para ela e uma casa, mas fica em uma cidade pequena e conservadora. O filme é uma comédia trash muito boa! xD

OS FANTASMAS SE DIVERTEM (1988)

tumblr_m9wg46eLiH1qjo39do1_500

Só pelo visual já fica claro se tratar de um filme do Burton, não é? O filme conta a história de um casal que morre e fica presoa na casa em que moravam, o problema é que precisam habitar aquele lugar nos próximos 50 anos até poderem se libertar. Quando novos moradores compram a casa e pretendem derrubá-la, o casal tenta assustá-los, mas falhando na tentativa se veem obrigados a pedir a ajuda de Beetlejuice um “bio-exorcista”, mas a coisa começa a sair fora de controle. É um filme engraçadíssimo e vale super a pena assistir!

A PEQUENA SEREIA (1989)

tumblr_mf2nhwTY341qm2s94o1_r1_500

Quantas lembranças! Foi com A Pequena Sereia que eu tive o meu primeiro contato com a Disney. A minha professora da pré-escola costumava colocar o filme pra gente assistir um pouco antes do horário dos nossos pais vir nos buscar. Além disso também passava o VHS com vários episódios da Betty Boop e o Xuxa Só Para Baixinhos volume 1 (Uau, eu sou velho, bjs :*). A história todo mundo conhece né? Após se apaixonar por um príncipe, a sereia Ariel faz um trato com a bruxa do mar e troca sua voz por pernas; porém, se não conquistar o rapaz em três dias ela volta a ser sereia! As músicas são lindas, a história é maravilhosa e é disney… Disney é sempre bom ❤


Comente se já assistiu a alguns desses filmes e também os seus filmes dos anos 80 favoritos!

Por hoje é só, pessoal!

Um beijo do mágico e voltem sempre!

tumblr_lxx6y3zHD81qiz3j8o1_r1_500

“Que dia excelente para um exorcismo!”

Hey!

Cá estou eu novamente com uma nova resenha e dessa vez de um livro que eu devorei na velocidade da luz. Não devoro um livro com tanta rapidez desde que li O Senhor das Moscas em julho. Fui pego desde o primeiro capítulo e quando me dei conta já tinha lido mais da metade sem ver a hora passar. Além disso, esse livro gerou um dos filmes que mais me causou pesadelos quando eu era criança. Enfim, estou falando do INCRÍVEL O Exorcista de William Peter Blatty (aliás, o autor de O Senhor das Moscas também se chama William xD).

10391377_941535695860872_5510640682278769469_n

Chris MacNeil é uma famosa atriz de cinema que alugou uma casa em Georgetown, Washington DC, para ficar mais próxima do local de filmagem de seu mais novo filme. Vive na casa com dois empregados – Willy e Karl -, sua secretária Sharon e sua única filha, Regan, de apenas onze anos. Apesar de estar ocupada com o trabalho, seu relacionamento com a filha é muito bom; a garota possui uma personalidade doce e serena (uma das características da menina era o fato de deixar uma flor sobre o prato da mãe todas as manhãs).

excorcist2

As coisas começam a ocorrer ao poucos. No começo, Chris começa a ouvir batidas que parecem vir do quarto de sua filha, além da mobília que parece se deslocar do lugar. Vez ou outra, a garota se queixa de que sua cama treme. Tudo começa a mudar de forma mais drástica, quando Chris descobre sua filha no porão usando um tabuleiro ouija para conversar com um amigo imaginário chamado Capitão Howdy. A personalidade da garota começa a mudar. Antes serena, Regan se torna irritadiça, começa a falar palavrões e conversar cada vez mais com o seu amigo imaginário.

Chris explicou […] ela notara uma mudança repentina e drástica no comportamento e no humor da filha. Insônia. Irritabilidade. Acessos de raiva. Regan chutava objetos. Jogava coisas. Gritava. Recusava-se a comer. Além disso, sua força parecia anormal. Estava sempre em movimento, pegando e virando objetos, tamborilando, correndo e saltando. […] Regan “perdia” coisas no quarto: um vestido, a escova de dente, livros, sapatos. Reclamava que “alguém estava arrastando os móveis”. Pág. 53

tumblr_m7cf9nZd001rbx94qo1_500

Chris resolve procurar um psicólogo para tratar de sua filha. Eles lhe receitam remédios e fazem inúmeros exames, mas a garota continua piorando – como no dia em que sua mãe dá uma festa e a garota aparece na sala, urinando no tapete e dizendo a um dos convidados que ele vai morrer.

Chris se virou. E se assustou ao ver Regan, de camisola, urinando no tapete enquanto, olhando fixamente para o astronauta, dizia com os olhos fixos e a voz sem vida:

– Você vai morrer lá em cima.” Pág 79

E, bem, a partir daí a garota só piora!

tumblr_me2knekejQ1rtg092o1_500

Sinto que é sempre mais fácil falar de um livro que não gostei do que de um que eu gostei. Comprei O Exorcista no ano passado e ele ficou perdido na prateleira, só esperando o momento de ter uma chance. Foi então que aproveitando que nesse mês se comemora do halloween, decidi pegá-lo para ler e foi a melhor surpresa da minha vida. Não se trata apenas de uma boa história de terror, mas de um livro muito bem escrito e com personagens muito bem desenvolvidos.

O modo como ele conta desde os primeiros sintomas até o momento que Regan é completamente devorada por essa nova entidade, é feita aos poucos. Fazendo com que a gente se sinta como alguém próximo da garota, alguém que conheceu ela sendo uma menina doce e de repente se deparou com uma mudança abrupta no comportamento.

Um dos primeiros momentos em que entramos em contato com essa “entidade” ou “demônio” dentro de Regan é durante uma sessão de hipnose, quando o psiquiatra pede para que a menina o deixe conversar com o que ela acredita estar dentro dela:

[…] Silêncio. Então, algo curioso aconteceu. O hálito de Regan tornou-se fétido, de repente. E denso. O psiquiatra conseguiu sentir o odor a meio metro. Virou a lanterna para o rosto de Regan e, chocada e com os olhos arregalados, Chris cobriu a boca com a mão para abafar um grito, ao observar o rosto de Regan se contorcer numa máscara de ira, os lábios repuxados em direções opostas, e a língua túmida serpenteando para fora da boca.

[…]

– Quando eu fizer perguntas a partir de agora, você responderá mexendo a cabeça […]

– Você é alguém que Regan conheceu? — Não.

– É alguém que ela inventou? — Não.

[…]

– Faz parte da Regan? — Não.

– Você gosta dela? — Não.

– Você a odeia? — Sim.

– Por algo que ela fez? — Sim.

– Você é a culpa pelo divórcio dos pais? — Não.

– Tem algo a ver com os pais dela? — Não.

– Com um amigo? — Não.

– Mas você a odeia. — Sim.

– Deseja feri-la? — Sim.

– Matá-la? — Sim.

– Se ela morresse, você também morreria? — Não.” Pág. 124

tumblr_lpbse4BYpx1qz8gt5o1_400

A coisa mais legal do livro é que o autor deixa no ar se realmente se trata de um demônio ou se é apenas uma menina com graves transtornos mentais. Em um momento ele coloca algo que nos faz acreditar ser uma possessão, mas em seguida, traz um outro detalhe que nos deixa em dúvida. E isso acontece por toda a história. Então, fica a critério do leitor! E isso é muito legal. Além disso temos histórias com outros personagens, como por exemplo, o Padre Karras, o detetive Kinderman e até o empregado da casa, Karl. Todas de certa forma interligadas com a Regan. Isso torna a narrativa mais dinâmica.

O grito ameaçador, as palavras, vinham de Regan, com a voz rouca, gutural e cheia de veneno, e de repente sua expressão e seus traços se transformaram, de modo aterrorizante, nos da personalidade demoníaca que havia aparecido ao longo da hipnose, e Chris observou, assustada, os dois rostos e vozes se intercalando rapidamente:

– Não!

– Você vai me obedecer!

– Não! Por favor, não!

– Você vai, sua putinha, ou vou matá-la!

E Regan retorna, com olhos arregalados e o medo estampado no rosto, como se um fim terrível se aproximasse, gritando com a boca aberta até a personalidade demoníaca possuí-la, preenchê-la mais uma vez, tomando o quarto com um odor fétido, com um frio gélido que parecia vir das paredes; então as batidas cessam e o grito aterrorizado e estridente de Regan se funde a uma risada gutural de triunfo malevolente, enquanto ela enfia o crucifixo em sua vagina, várias vezes seguidas, masturbando-se de modo feroz, urrando com a voz profunda, rouca, ensurdecedora.

– Agora você é minha, sua vagabunda, sua puta nojenta. Isso, deixe Jesus foder você, foder você, foder você!”  Pág. 186

tumblr_mcr755d38J1qcga5ro1_500

É uma leitura hipnótica e eu pelo menos, não consegui largar até terminar. O clima é horripilante e o William foi um mestre nos momentos de tensão. Super recomendo o livro! E o filme também! Ambos incríveis! (uau, quanta exclamação! xD).

Espero que tenham gostado da resenha.

Por hoje é só, pessoal!

Um beijo do mágico e voltem sempre!

gfhfghfghfgh

“Greetings to you the lucky finder of this Golden Ticket, from Mr. Willy Wonka!”

Hey!

Eu sei que faz um tempo que eu não apareço. Bem, tem uma resenha que rendeu uma discussão sobre um certo assunto e eu ainda não sei se vou postá-la – mas só para vocês não pensarem que eu abandonei o blog, passei semanas reescrevendo e vendo se ficaria boa o bastante. Enfim… Nesse meio tempo tive o prazer de ler um livro adorável que se transformou em um dos filmes mais queridos da minha infância. Estou falando do Charlie and the Chocolate Factory ou como todos conhecem: A Fantástica Fábrica de Chocolate, livro escrito por Road Dahl

10173685_938111902869918_9015705402358110441_n

Ignorem essa barra preta na foto – o instagram resolveu fazer isso com todas as minhas fotos ¬¬

A história é bem conhecida, mas aqui vai um resumo para aqueles que não conhecem:

O livro acompanha a história de Charlie um garotinho que mora com os seus pais e os quatro avós (que passaram os últimos vinte anos na cama). A casa onde moram é pequena e pouco cômoda, a única cama fica para os quatro idosos e Charlie e seus pais dormem em um colchão no chão. Além do conforto, a comida é outro problema. Sua mãe precisa ficar em casa para cuidar dos mais velhos e o seu pai trabalha em uma fábrica de pasta de dente, porém o seu salário mal dá para sustentar a família. Uma das poucas felicidades de Charlie Bucket é o fato de que todo ano em seu aniversário, ele ganha uma barra de chocolate Wonka de presente (e a mantém guardada em uma caixa; permitindo-se apenas uma pequena mordida todos os dias para durar mais.)

charlie-and-the-chocolate-factory-chocoalte-inpsiring-movie-Favim.com-538206

A fábrica de chocolates Wonka fica na mesma cidade em que ele mora. Há mais de dez anos ninguém vê o proprietário Willy Wonka. Os portões estão sempre fechados e não há vestígios de funcionários entrando ou saindo. Tudo que as pessoas sabem é que todos os dias um caminhão dos correios busca o carregamento de chocolates e o distribui.

Porém algo incrível está prestes à acontecer: após anos confinado em sua fábrica, Willy Wonka resolveu surpreender escondendo cinco cupons dourados dentro de barras aleatórias de chocolate e as crianças que encontrá-las poderão visitar a fábrica tendo o próprio Wonka como guia, além de um estoque vitalício dos produtos Wonka e mais uma surpresa especial que não foi revelada.

tumblr_lvjjoe4JVk1qjcbiwo1_500

Que livro delicioso!

Charlie and the Chocolate Factory é um livro que apesar de infantil traz excelentes mensagens para todos os que leem, além de servir de tapa na cara de algumas pais que permitem que os filhos adquiram maus costumes. Com exceção de Charlie, cada uma das outras crianças possuem um defeito que surgiu pela forma com que foram educadas por seus pais. Veruca Salt é mimada, Mike Teevee é viciado em televisão (principalmente programas violentos, que fazem com que ele saia por aí com várias pistolas de brinquedo), Violet Beauregard que não aceita ordens além de ser viciada em goma de mascar e Augustus Gloop que é extremamente guloso.

Favim.com-29783

Por causa de seus problemas comportamentais cada uma dessas crianças se mete em confusão que resulta cenas engraçadíssimas, mas repletas de aprendizado. Além das músicas incríveis cantada pelos Oompa-Loompas cada vez que algo acontece com uma delas.

A fábrica em si é rica em detalhes e a imaginação de Road Dahl é incrível, os cenários que ele cria, os doces super estranhos (como os square candies that look round, ou o chiclete refeição, o quebra-queixo que dura eternamente e muda de cor, o doce que faz crescer cabelo, ou o que faz a pessoa flutuar e etc.) e o próprio Willy Wonka que entrou para a minha lista de personagens favoritos da vida. O sarcasmo dele é incrível e até estranho tendo em vista que se trata de um livro infantil. A personalidade excêntrica dele me garantiu ótimas risadas. E palmas para a adaptação do Tim Burton que ficou bem fiel ao livro (com exceção daquela história sobre o pai do Wonka que ele acrescentou) e ao Johnny Depp que capturou com maestria a personalidade de Willy.

tumblr_m19e1xdwAY1rs24d6o1_500

Fica aí a indicação de um livro infantil acima da média, uma leitura deliciosa e que nos deixa com a imaginação ainda mais aflorada. Afinal, que não gostaria de visitar a incrível fábrica de chocolate de Willy Wonka e conhecer os Oompa-Loompas e todas as maravilhas que existem lá dentro? Eu adoraria!

Também estou curioso para ler outros livros do Road Dahl. Para vocês terem uma ideia, foram dos livros dele que surgiram os filmes Matilda, A Convenção das Bruxas, James e o Pêssego Gigante e O Fantástico Sr. Raposo.

Por hoje é só pessoal!

Um beijo do mágico e voltem sempre!

:*

anigif_enhanced-28969-1412871607-34

#Artista da Semana: Amanda Jenssen

Hey!

Bem, primeiro quero explicar que o artista da semana ficou um pouco sumido porque eu estava sem ideias de quais artistas indicar (escuto tanta coisa e mesmo assim… xD). Porém, recentemente tive a oportunidade de conhecer uma cantora sueca que roubou o meu coração! Estou falando da excelente Amanda Jenssen.

Amanda+Jenssen+png

Amanda Jenssen nasceu na Suécia em setembro de 1988 e ficou conhecida em seu país após participar do Idols, apesar de não ter ganho, conquistou vários fãs e acabou gravando o seu primeiro álbum: Killing My Darlings. Hoje ela já está no seu terceiro álbum.

Aqui vai a lista de músicas que eu super indico:

  1. Happyland
  2. The Carnival
  3. Christmas Fool
  4. Ghost
  5. Illusionist
  6. Autopilot
  7. Volcano Swing
  8. Dry My Soul
  9. Thunderful Jolene
  10. Charlie
  11. Save Me For a Day
  12. Our Time

jenssen

Obviamente, faltaram várias outras músicas. Aliás, indico os álbuns Happyland e Hymns For The Haunted inteiros! O estilo musical da bela moça mescla inúmeros estilos que vai desde aquelas influências do rock clássico e passa pelo jazz e o soul. E além disso, Amanda tem uma voz incrível. Confesso que me apaixonei instantaneamente!

Então fica a super mega blaster dica!

amanda_jenssen-540

Por hoje é só, pessoal!

Um beijo do Mágico e voltem sempre!

:*

#Mágico na TV: Penny Dreadful

Hey!

Faz algum tempo desde que eu falei de séries aqui no blog (mas já estou com uma listinha para postar por aqui logo logo). Hoje vou falar de uma série que me conquistou desde que saiu o primeiro trailer. Eu sou apaixonado pela Londres Vitoriana e toda a literatura que surgiu nessa época – tudo me fascina! Então, ao conhecer uma série que se passaria nessa época e traria inúmeros personagens de obras clássicas desse período; apaixonei-me perdidamente. Hoje vou falar da INCRÍVEL: Penny Dreadful.

Penny-Dreadful-cast-photo-HQ-penny-dreadful-36910119-3600-2446

Na obscura Londres Vitoriana, Ethan Chandler (um artista circense e pistoleiro de índole duvidosa) recebe uma oferta da misteriosa Vanessa Ives para um trabalho perigoso do qual ele não deve fazer perguntas. Ao seguir para o local, ele conhece Sir Malcolm Murray um explorador que quer recuperar sua filha que foi sequestrada por uma entidade sobrenatural. Entretanto, a história não para por aí. Há vários outros arcos e histórias que se interligam com personagens literários bem conhecidos como o Dr. Victor Frankenstein e Dorian Gray e menções à figuras da época como o Jack, O Estripador. Cada personagem tem os seus mistérios e alguns já vão sendo revelados ao longo da temporada.

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo3_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo1_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo7_r1_500

tumblr_nbhx1vTrxk1sv4nbzo4_r1_500

A série estreou esse ano e a primeira temporada tem apenas 8 episódios. Mas são 8 episódios incríveis com uma trama muito bem construída; é óbvio que por ser apenas a primeira temporada algumas tramas ficaram em aberto e há inúmeros outros mistérios; porém, se os roteiristas continuarem afiados assim, a série tende apenas a crescer. Falando em roteiristas, Penny Dreadful é um daqueles raros casos onde tudo é construído de forma minuciosa, você percebe que eles tiveram cuidado com cada palavra presente na fala dos personagens – não faltam diálogos de tirar o fôlego nessa série!

penny-dreadful

E não podemos deixar de comentar sobre o elenco. Geralmente em algumas séries, conseguimos identificar o elo fraco (aquele ator que não é tão bom assim), porém no caso de PD todos os atores são incríveis e estão em harmonia (ressalva para a Eva Green que é uma mulher de outro mundo, os elogios não são feitos à toa).

Dorian-Gray-penny-dreadful-36898706-500-245

Trilha sonora incrível? CHECK

Figurinos maravilhosos? CHECK

Roteiro impecável? CHECK

Atores formidáveis? CHECK

Toda a essência do século XIX e suas nuances em uma história de terror e suspense muito bem construída. Tem como achar ruim?

tumblr_n9apscuEPp1rv5indo1_500

Por hoje é só pessoal!

Um beijo do mágico e volte sempre!

😉

tumblr_nb90zsLp9O1tkfzjpo1_250

A Profecia

 

Hey!

Já faz um tempo desde minha última resenha, peço desculpa por isso. Minhas leituras voltaram a ficar fluídas – então haverá outras resenhas em breve. Hoje vou falar sobre um livro que gerou um filme que me aterrorizou quando criança. Estou falando do A Profecia do autor David Seltzer.

IMG_20140717_085848

Jeremy Thorn é um famoso diplomata. Sua vida profissional está no auge, mas a pessoal está se despedaçado; isso porque o sonho de sua esposa, Katherine, de se tornar mãe está mais uma vez indo por água abaixo. Após várias gestações interrompidas na metade, quando ela finalmente chega ao estágio final, esperançosa – o padre (diretor de um hospital comandado pela igreja católica) informa Jeremy de que a criança nasceu morta. Ele fica devastado com a notícia, pois sabe o impacto que causará em sua esposa e é então que o Padre Spilleto oferece uma alternativa: naquela mesma noite uma mulher morreu ao dar à luz a uma criança saudável que agora não tem nenhum outro parente vivo, se Jeremy Thorn aceitar a proposta, pode adotar a criança e dá-la a Katherine; assim, resolvendo dois problemas. Thorn aceita a proposta e o peso desse segredo em bem estar da sua esposa.

O garoto nasceu no dia 6 do mês 6 às 6h da manhã.

tumblr_mry08kkhpl1rd00ruo1_500

 Os anos se passam e o menino Damien, agora com quatro anos, é a grande alegria de Katherine e o orgulho de seu pai, Jeremy. A família Thorn está vivendo a sua era de ouro. Isso acaba quando, durante o aniversário de cinco anos do menino, sua babá se suicida diante de todos os convidados logo após gritar: “Olhe só, Damien. Tudo isso é para você!“. E isso é só o começo. Desde animais que enlouquecem na presença do menino, até a recusa do mesmo de entrar em uma igreja – sujeito a um ataque histérico e furioso. Algo está errado com o pequeno Damien Thorn. E sua esquisita nova babá que surgiu de repente, Mrs. Baylock, cujo comportamento estranho apenas acentua todo o clima sombrio que permeia sobre a família Thorn.

omen3_zps94306670

Então, comprei esse livro no ano passado junto com Horror em Amytiville (ambos os livros esgotados nas editoras, mas podem ser encontrados no Estante Virtual), mas só pude lê-lo agora.

Enfim, a história tem um tema muito interessante: o anticristo. Lembro de ter assistido ao filme quando era pequeno e de ter ficado aterrorizado (A Profecia faz parte dos filmes que me impediram de dormir durante as minhas férias quando tinha 10 anos – outros como O Chamado, O Grito, O Exorcista e etc. também fazem parte da lista). Por isso quando descobri a existência do livro, não hesitei em comprar.

Apesar do tema do livro ser o anticristo, o pequeno Damien pouco aparece na história, a sua presença está por toda a parte. Há momentos muito assustadores como a cena no zoológico, ou a cena com os cães ou algumas outras que prefiro não mencionar por causa do spoiler.

Bem, o livro é curto, mas em alguns momentos a leitura trava. O maior problema é que há vários momentos de tensão maravilhosos e cenas rápidas cujo clímax acaba sendo cortado com outras cenas lentas e desnecessárias. E o personagem do fotógrafo, Jennings, por causa da sua inconstância e sua personalidade que – em certo momento do livro – sofre uma mudança abrupta e, de repente, retorna ao que era.

tumblr_mtfpwakwrc1sij15ho1_500

É uma história boa, mas com alguns furos (ainda não consigo entender como a esposa de um diplomata podre de rico foi parar em um hospital tão simples como aquele). Os momentos de tensão envolvendo o menino são excelentes, as mortes que acontecem são surpreendentes e há alguns fatos interessantes sobre o anticristo e toda a história da bíblia. E o capítulo contando o passado do Padre Tassone é uma das melhores coisas que já li, além de toda a mitologia envolvendo o anticristo e o modo como a criança nasceu. A babá assustadora, Mrs. Baylock, é uma ótima personagem também.

Enfim, apesar de alguns defeitos é um bom livro de terror, ótimo para entreter e ler durante a noite – hahaha.

Por hoje é só pessoal.

Um beijo do mágico e voltem sempre!

anigif_enhanced-buzz-3348-1401370181-14